SONS DE PRIMAVERA


Rumei ao Porto para quatro dias de férias no Primavera Sound! Cidade que adoro e conheci tardiamente. Deixei tanto para conhecer, propositadamente, como se o Porto precisasse de uma razão. Não precisa.
Um pé fora da porta de casa e outro no Mercado do Bolhão, se virasse à esquerda a Rua de Santa Catarina, se optasse pela direita dava de caras com a Champanheria da Baixa.
Muito calor durante o dia, um frio gelado à noite. 
O Primavera Sound está no topo dos festivais portugueses. Um espaço único e lindo, organizado, boas escolhas de comida, os Douro Boys e a bela da Super Bock (é a minha favorita, há que dizer!)... Festival indie, bom cartaz, muito relvado para dançar e esticar as pernas.

A máquina fotográfica asseou durante o dia e foi esquecida a partir das 19h porque as imagens e as memórias cheias de música ficam comigo!
Mas...

Aproveitei cada segundo e fartei-me de dançar. No último dia equilibrei os ânimos em Serralves e não podia ter escolhido melhor sítio.
Deixei este Porto estrondoso e cosmopolita, mais escuro que a minha Lisboa, é certo. Soube bem ir mas também foi bom voltar... 

Até à próxima!



Mercado do Bolhão





T-Shirt e Calções H&M
Ténis Stan Smith by Addias
Camisa Portucalês
Colar Parfois





Casaco Adidas Originals
Vestido H&M
Ténis Stan Smith by Adidas




Fundação Serralves






T-Shirt Zara
Calções Adidas Originals
Colar Parfois
Óculos Chillibeans



Fotografia | Miguel Pinheiro e Tatiana Figueiredo


O The Close Up no Facebook, aqui!

No comments:

Post a Comment