Ao sabor do vento


Começou na TVI nos reality shows. 
Segue-se a participação nos Morangos com Açucar.
Fez parte da equipa de reportagem e pesquisa do programa "Tardes da Júlia".
Até que mudou para a SIC.
Agora é repórter do programa Episódio Especial.

Pode dizer-se que Catarina Morazzo gosta de desafios!




TCU- O teu percurso está repleto de mudanças e aventuras profissionais. É assim mesmo que gostas de trabalhar?
Catarina Morazzo- Gosto sempre de desafios e tendo passado por 2 canais de televisão distintos, posso dizer que cresci e aprendi em cada projecto. Da apresentação, à reportagem, da elaboração de conteúdos ate à representação, todos os projectos foram aliciantes e desafiaram as minhas capacidades em áreas distintas. Hoje gosto de manter essa polivalência no meu trabalho em televisão, abraçando vários projectos e mantendo sempre a minha motivação!

TCU- O que te levou a aceitar desafios tão distantes do teu percurso?
CM- Precisamente por serem desafios que poderiam ou não estar ligados à minha formação académica ou à minha experiência em televisão. O facto de podermos ser válidos e bem sucedidos em vários ramos em televisão, foi um dos principais motivos que me levou a abraçar tão distintos projectos.

 (nas gravações dos MCA da TVI)

(na SIC em reportagem para o E Especial)

TCU- O que mais ganhaste com a mudança da TVI para SIC?
CM- Sobretudo a possibilidade de poder regressar à reportagem e à apresentação. A polivalência no trabalho em televisão também foi importante e, nestes 4 anos ao serviço da SIC, estive envolvida em vários projectos aliciantes, paralelamente ao meu trabalho como repórter no E-Especial. Apresentei durante 2 anos um programa na Sic Internacional, o "+351", fiz directos para promoção de vários programas do canal ou aquando das Galas dos Globos de Ouro, fiz promoções no day time, apresentei os diários da "Rebelde Way" ao lado do João Manzarra e continuo ligada à representação também, com pequenas participações, nomeadamente na nova novela da SIC, Dancing Days, no papel de repórter.

TCU- O que mais te motiva no teu programa?
CM- A possibilidade criativa a cada reportagem, desde a ideia, às entrevistas, culminando no processo de edição das peças, também da nossa responsabilidade. A possibilidade de dar a conhecer os bastidores da TV, o lado que não se vê, também torna o meu dia-a-dia mais aliciante.

 (com Sofia Fernandes, colega de reportagem do E Especial)

TCU- Onde te imaginas profissionalmente daqui a uns anos? 
CM- Não faço ideia!! Vivo um dia de cada vez e não costumo planear o futuro a longo prazo! Gosto do que faço hoje e a motivação é principal para me sentir bem. Se falhar a motivação procuro a mudança.

TCU- E qual seria o teu maior sonho na TV? 
CM- Bom, aqui acho que a resposta é comum a vários profissionais do meio: a estabilidade profissional, o sucesso e o reconhecimento do meu trabalho!

TCU- E que conselho podes dar a quem se preparar agora para um percurso semelhante?
CM- Que não é fácil, que a formação é sempre uma mais-valia na avaliação do trabalho e que a paixão não chega! A paixão dura pouco...ou se Ama o que se faz, ou não vale a pena porque o percurso é duro. 



Ao sabor do vento mas sempre com entrega e profissionalismo. Assim é o percurso profissional da Catarina. Sem medo de arriscar e de mudar, acredito que ainda a vamos ver em grandes "papéis" na televisão portuguesa.

A Mala da Catarina

O Close Up quis saber que segredos escondem a mala da Catarina! Aquela que usa todos os dias e, como qualquer mulher, deve ter de tudo um pouco!! Cá está uma forma diferente de conhecermos melhor a Catarina Morazzo!
É quase "mostra-me a tua mala, dir-te-ei quem és"!!

As minhas malas no dia-a-dia são normalmente grandes, porque grande parte do tempo levam cassetes para as reportagens. Tenho sempre a agenda e uma caneta para nunca me esquecer das marcações de reportagens ou outros compromissos; uns óculos de sol, sempre, porque os nossos horários de trabalho são imprevisíveis e esticam muito!! Quer de madrugada ou ao fim do dia de trabalho, estão sempre comigo!

O telemóvel que é o meu pequeno computador. Imprescindível para estar sempre contactável via telefone e email!

O porta moedas, com tudo o que nela se encontra.



Uma garrafa de agua. É importante beber agua ao longo do dia de trabalho, principalmente se estivermos ao sol.

Um gloss de cor neutra indispensável no dia-a-dia ou mesmo em reportagem para retocar a maquilhagem.

As chaves de casa e do carro.





Obrigada, Catarina por partilhares com o Close Up a tua história, os teus sonhos e ambições e, os segredos que se escondem na tua mala!

3 comments:

  1. :) Gostei imenso! Ela é uma gata*

    http://maniac4moda.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  2. bom post, gostei muito (:
    *

    ReplyDelete
  3. ;)) amiga, li agora a tua entrevista! Ficou muito bem e pelos comentários vejo que o TCU blogue vai de vento em popa já com muitos seguidores! Parabéns e continuação de bom trabalho!! Beijinho grande!! Catarina Morazzo (para os amigos, just Cat ;) )

    ReplyDelete